]]>
E-mail
Senha
Manter conectado
É sócio fundador e Diretor de Operações da Just Digital, empresa especializada em gestão de conteúdo e Enterprise Search certificada como Enterprise Partner da Acquia e da Google no Brasil. Também é co-fundador e atual Vice-Presidente da ADB - Associação Drupal Brasil, além de ser evengelista da cultura ágil e certificado pela Scrum Alliance.
O cenário do Drupal CMS no Brasil
O cenário do Drupal CMS no Brasil - 09/04/2014
Compartilhe no Facebook!Compartilhe no Facebook!

Quem trabalha com produção de conteúdo sabe da importância de um bom Sistema de Gerenciamento de Conteúdo (do inglês Content Management System - CMS) e o quanto ele pode facilitar ou atrasar os seus avanços.

Esta não é uma novidade, mas a cada dia torna-se ainda mais importante à medida que a produção de conteúdo em formato digital cresce. E, diga-se de passagem, conteúdos digitais crescem num ritmo de 61% ao ano, segundo dados da Forrester, que acarreta naturalmente no aumento da busca por melhorias no processo ou adoção de um novo CMS.

Após trabalhar com praticamente todas as principais plataformas de gestão de conteúdo, atuando em projetos deste tipo nos últimos 13 anos, me sinto confortável em dissertar sobre o assunto e auxiliar grandes empresas a mudarem suas plataformas.

"Existe um forte movimento de grandes empresas que produzem muito conteúdo público em seus portais e que já migraram ou estão migrando para o Drupal"

Nos últimos anos, o CMS que mais cresce é o Drupal e o mais interessante é a forma como evolui, pois não estamos falando de quantidade, mas sim da qualidade e aderência de uma plataforma OpenSource em grandes empresas, que passam a gerir todos os seus sites usando o Drupal. É uma quebra de paradigma importante que somente foi possível por ser uma plataforma madura e pronta para o mercado ENTERPRISE, estando presente em empresas como: ESPM, Claro, Johnson e Johnson, Timex, Confederação Nacional do Comércio, Tribunal de Contas de SP, Jac Motors, dentre muitas outras.

É certo que o mercado global é diferente, que nos Estados Unidos o Drupal é ainda mais forte, mas como tudo no Brasil e principalmente em tecnologia, antes estoura por lá e posteriormente sentimos o reflexo por aqui.

A boa notícia é: estamos neste momento! Existe um forte movimento de grandes empresas que produzem muito conteúdo público em seus portais e que já migraram ou estão migrando para o Drupal. São empresas com muitos sites, em alguns casos administrados por vários CMS diferentes, e que estão em um processo de unificação de suas plataformas de gerenciamento de conteúdo.

Além do movimento comercial com as grandes empresas, a comunidade de desenvolvedores no Brasil tem se organizado e vem se movimentando muito nos últimos dois anos. Estão sendo organizados eventos locais para reunir desenvolvedores e arquitetos para falar o tão famoso "technêis".

Outro fato curioso foi ver o número de brasileiros na Drupal Picchu em Cusco, no Peru, no final de janeiro deste ano. O evento é destinado à comunidade latina e nesta edição o Brasil foi o maior representante.

Para 2014, no Brasil, temos a expectativa de aproximadamente 10 eventos de Drupal nas principais regiões do país. Ainda existem regiões que precisam de ajuda para se desenvolver e se auto-organizar, e para isso criamos no ano passado a ADB - Associação Drupal Brasil, cuja missão é desenvolver o mercado, fomentar a adesão do Drupal em grandes empresas e atuar mais perto das comunidades locais de desenvolvedores, ajudando na organização dos eventos e, em alguns casos, apoiando financeiramente.

Temos muito claro que a comunidade precisa se auto-organizar, pois foi isso que fez do Drupal o que é hoje e não podemos interferir nisso. Nosso papel é apoiar e auxiliar no que precisarem.

Outro ponto importante é que o Brasil está concorrendo com a Colômbia para sediar a DrupalCon em 2015. Nós da ADB, com o apoio de alguns desenvolvedores bastante ativos na comunidade do Brasil, estamos trabalhando um plano tático para trazermos o evento para o país, pois além de dar maior visibilidade para o Brasil, atrairá muitos desenvolvedores de outros locais para a troca de conhecimento.
"O Drupal atingiu a fase adulta e está pronto para ganhar uma grande fatia do mercado brasileiro de CMS. Estamos trabalhando para que estes números dos EUA sejam em breve a realidade do Drupal no Brasil"

Além da DrupalCon, teremos anualmente no Brasil um evento com uma visão comercial e menos técnica, para levarmos empresas que já utilizam o Drupal ou possuem potencial para migrar. Será o Drupal Business Summit, que este ano acontecerá em Porto Alegre junto com o FISL 15 e o BITS 2014, outros dois grandes e importantes eventos de tecnologia.

É muito interessante analisar o rápido crescimento do Drupal no Brasil, e ver empresas que eram resistentes ao OpenSource hoje abandonarem plataformas como Vignette, OpenText, Sharepoint (Microsoft), Oracle e IBM, e partirem para uma solução OpenSource que atende todos os requisitos de uma grande plataforma para o mercado das grandes empresas.

Nos EUA, 24% dos sites de governo, 7 em cada 8 TOP universidades, 7 em cada 8 maiores empresas de mídia, 9 em cada 12 TOP empresas de tecnologia usam o Drupal. E nos importantes estudos de mercado do Gartner, o Drupal já aparece nos quadrantes desde 2012 (links no final), como uma das principais soluções de Content Management System.

Parte deste crescimento é atribuída não só à comunidade, mas ao modelo de negócio criado por Dries Buytaert, co-fundador e criador do Drupal e CTO da Acquia, empresa que desenvolve um papel análogo ao que conhecemos como "fabricante", criou uma rede de canais no mundo inteiro, apoia seus parceiros nas vendas e no planejamento dos projetos, e oferece o melhor serviço de hosting especializado para projetos Drupal sob o conceito de Platform as a Service (PaaS) integrado a Amazon AWS. É um modelo incrível, pois mantém a plataforma com as vantagens do OpenSource, mas sob a tutela e respaldo de um "fabricante".

O que podemos ver é que o Drupal atingiu a fase adulta e está pronto para ganhar uma grande fatia do mercado brasileiro de CMS. Estamos trabalhando para que estes números dos EUA sejam em breve a realidade do Drupal no Brasil.

Estamos no caminho certo, agora é seguir o plano e esperar os resultados!

Compartilhe no Facebook!Compartilhe no Facebook!

Comentário(s)