]]>
E-mail
Senha
Manter conectado
Um registro de imagens por dia. Até a morte
Amigos de Jamie Livingston criam site para contar sua vida por meio de uma Polaroid
Por Tiago Bosco em 09/01/2017
Compartilhe no Facebook!Compartilhe no Facebook!

No grande universo que é a internet existe um site que ninguém sabia que história queria realmente contar. Era uma espécie de álbum de fotografias Polaroid com milhares de imagens tiradas todos os dias entre 31 de março de 1979 e 25 de outubro de 1997. A partir desse dia, vazio total: as imagens da degradação do protagonista dos cliques fazem adivinhar que morreu, provavelmente em decorrência de um câncer.

Agora, dois amigos decidiram explicar melhor a vida de Jamie Livingston (http://photooftheday.hughcrawford.com), o homem que se eternizou deixando a sua marca através da fotografia.

Jamie era um editor de vídeo que amava Nova Iorque e que, no dia do seu 41º aniversário, decidiu fazer a diferença no mundo mostrando o seu. Tinha sempre uma Polaroid por perto e fotografava os amigos e as paisagens com quem compartilhava momentos. Todos os dias 30 de março juntava as imagens do ano passado para fazer uma retrospetiva do que de bom e de mau lhe tinha acontecido.
A partir de 1996, no entanto, a abordagem de Jamie Livingston começou a mudar. Mostrava-se cada vez mais, tirava fotografias no espelho e deixava-se expor. Parecia menos sorridente e mais frágil:
o cabelo começou a cair, as olheiras adensaram-se e as idas ao hospital repetiam-se. Em maio de 1997, a história de Livingston ficava mais clara: passou por uma operação na cabeça, apareçou debilitado, tendo de ir a sessões de quimioterapia. O sofrimento é interrompido pela imagem de um anel de noivado e, dois dias depois, pelo seu sorriso ao lado da noiva.

Ainda assim, volta ao hospital pouco depois. Continua a registrar imagens na cama de hospital, mas em 25 de outubro de 1997 aparece visivelmente doente. A partir daí, o nada. Jamie Livingston morre em decorrência da doença, tal como explicaram os amigos High Crawford e Betsy Reid. São eles quem depois mostra o mundo do amigo Livingston a partir do que publicou na internet e convidam os internautas a compartilhar o que aconteceu com eles nessas mesmas datas.









Fontes: http://photooftheday.hughcrawford.com e Observador

Compartilhe no Facebook!Compartilhe no Facebook!

Comentário(s)