]]>
E-mail
Senha
Manter conectado
ChatBots e a nova interação entre marcas e clientes
Conheça 5 exemplos de empresas que adotaram esta tendência
Por Tiago Bosco em 28/11/2016
Compartilhe no Facebook!Compartilhe no Facebook!



ChatBot é o diminutivo de "robô chat" e não é mais do que um software dotado de Inteligência Artificial (IA) e que interage com humanos usando linguagem natural dentro de um canal de chat. A utilização desta tecnologia, usada em websites já há vários anos, tem vindo a crescer nos últimos meses, resultado de um forte investimento da Microsoft numa plataforma de desenvolvimento de IA e do anúncio, no início do ano, de que o Facebook Messenger iria ter um app de chatbots.

Esta tendência veio para ficar e está se tornando muito relevante na transformação digital das empresas. Um exemplo prático é o chatBot da Pizza Hut que permite encomendar pizas a partir do Facebook Messenger ou do Twitter.

Através do chat o cliente, para além de encomendar pizzas, pode verificar as promoções e questionar acerca do progresso do seu pedido simplificando a experiência de compra ao máximo. Esta tendência é chamada de "Conversational commerce".

A Uber em alguns país também já tem um ChatBot no Messenger do Facebook. O "Uber on Messsenger" permite, por exemplo, enviarmos a nossa localização numa conversação com outra pessoa, que sem sair do Messenger, pode chamar um Uber.

A KLM, empresa sueca de aviação, também já aderiu à tendência com um ChatBot que permite efetuar o check-in, verificar o itinerário, receber o cartão de embarque, fazer alterações à reserva e receber informações em tempo real sobre o voo.

Já a Heek é uma startup que faz websites de uma forma particular. Utiliza um assistente virtual que através de uma conversa em chat com o cliente vai construindo em tempo real o site pretendido.

A HP já criou também o seu ChatBot: O HP Print Bot vive no Facebook Messenger e permite enviar documentos ou imagens para impressão esteja onde estiver.

Várias grandes empresas estão neste momento ao leme da revolução e espera-se que nos próximos meses sejam muitas as novidades com ChatBots. E a sua empresa, já possui ou está desenvolvendo um chatBot?

Fonte: Ricardo Vicente, CCO na Knowledge Inside

Compartilhe no Facebook!Compartilhe no Facebook!

Comentário(s)